terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Tendências e evolução da moda lolita ~1

Olá, lindezas!

Sob pedidos, nessa postagem vou discutir a evolução e mudanças nas tendências dentro da moda lolita. Para isso, faremos comparações de lançamentos de meados de 2010 e atuais, de algumas marcas japonesas.




Como percebido por várias lolitas que são ativas na comunidade, e nesse texto 10/10 da Aiko, lolita não tem a mesma força que tinha a anos atrás no Japão, e também é observado que ela ganhou muita força na Europa e países da América, só ver pela nivel dos eventos como o Under The Sea.

Referência na imagem, foto do Under the Sea, evento que ocorreu em maio de 2016, em Amsterdam.

Essas percepções levam varias lolitas e pessoas num geral, a pensar que a moda tem se tornado cada vez mais casual e usável no dia a dia.

Recentemente eu fiz uma pesquisa para me inteirar mesmo nos lançamentos das marcas dos últimos anos que estive meio afastada, e nisso eu percebi que....LOL NO?


Sim, a AP lançou peças basicas, muitas meninas tem aderido o visual pro dia a dia, but... Na verdade não.

Vamos a algumas comparações, sim?


Esse é um Scan da GL&B que a AP lançou o Little Bears Cafe, uma print que eu adoro e acho que mostra muito da ideia do sweet 2010 com um toque do que a AP seguiu anos depois (e depois falaremos).


E o SC, um classico indiscutivel desse período.


Esse é um scan da AP em 2016.

Recentemente, a AP tem se pegado cada vez mais as influencias históricas do visual, usado mais rendas, mais babados, vestidos como esse acima seriam lançados só pela Baby em 2010, ou por marcas bem classicas como a Juliette et Justine. A Angelic Pretty a anos não se arrisca tanto num território tão classico e tão influenciado pelo rococo como tem feito nos últimos anos.



Até as peças com prints bem decoradas, como essa que é o Harlequinade, eles não deixam de investir em modelagens e detalhes. Esse até é mais simples, mas olhem o True Rose History.


Além de um print chamativa, o modelo também é muito elegante e cheio de detalhes.

Da mesma forma, a AP começou a se arriscar mais em outros tons e colorações. A gnt sempre viu preto na AP, mas em sweet, agora lançamentos como o True Rose Story, tem diferentes tons de rosa e partes puxadas para o roxo, coisa que é comum da AatP, mas não da AP.

Ainda sim, a AP tem que agradar seus fãs de visuais mais casuais, e eu atribuo essa função a todas as coleções com temáticas de chocolate lançadas nos ultimos anos.



Eles lançaram algumas coleçoes nesse esquema: uma corte classico e o padrão parecendo chocolate em barra.
Ai também, tem as coleções de donuts. Como o Melty cream Donut, Sweet Cream House, tem o toque do sweet de 2010 (e por isso eu vejo o LBC como ""precursor""), mas em cortes classicos, mais para Otome, e sem tantas cores, o foco fica no marrom, como as prints de chocolate.




Da mesma forma, marcas como a Alice and The Pirates, que sempre teve peças muito bem decoradas, com diversos babados e etc, agora tem lançado modelagens mais simples, e pesado forte em prints chamativas, com diferentes conceitos. A AatP perdeu pouco das suas influências, mas se você analisar os lançamentos de 2015 e 2016, vai perceber que os cortes dos vestidos estão mais simples, e que as prints, cada vez mais chamativas.


Acima e abaixo, temos o Queens Coach, uma print MUITO famosa da AatP. Essa print foi feita em diferentes modelos, esse sendo um mais básico. Mas essa não foi a única no mesmo estilo, a AatP tem diversas prints em padrões verticais, ou focadas no barrado. Essas eram feitas em diferentes modelos, e dava pra notar que mesmo a print sendo básica, eles colocavam muito trabalho na modelagem dos vestidos.


Os vestidos de 2010-2013 da AatP eram trabalhados nos detalhes de modelagem, e nao necessariamente de print. Vários desses tem estrutura de barbatana, e os tecidos em si eram resistentes e bem estruturados. Falo isso porque tenho amigas que são loucas na AatP e ja vi vários lançamentos dessa época pessoalmente.

Na minha pesquisa dos lançamentos recentes, percebi que as peças não são lançadas desse jeito mais, antes a maioria das peças eram com cortes mais interessantes, com mais detalhes e mais babados, principalmente abaixo do fim da print da saia. Agora eu vi muitos modelos high waits, com cortes mais simples, com poucos detalhes MAS, com prints muito ricas, com muito detalhes, e não mais nesse padrão vertical. O foco acabou se tornando a print.




Acima, nós temos dois lancamentos recentes, e se você perceber, os modelos e detalhes das peças não são muitos, mas a print em si chama muita atenção e trabalha com várias cores.

Agora temos a Baby. Eu reparei que BTSSB manteve muito das suas influencias, mas começou a produzir vestidos com modelagens mais interessantes e manteve sua pira de prints mais basicas, focado no barrado. Dessa forma, as peças com print da BTSSB não tem chamado tanta atenção como anigamente, mas as peças sem prints, ou seja, puramente classicas, tem um valor absurdo de revenda e são muito mais procuradas do que as peças com print. As prints ainda são lindas, mas admito que eu fiquei decepcionada. Várias me lembraram outras prints ja lançadas por eles, mas eu não vou negar que deu um feeling de nostalgia gostoso.



Acima nos temos o "Dreaming of a Little Lover" e o "Creamy berry fairy dream". São bonitos, mas ja vi em algum lugar, não é nada diferente, ou muito novo.

E ao mesmo tempo, nós temos o Le Palais du Miroir Martine que não é um lançamento OMG, e ainda sim...


Dessa forma, a gnt percebe que as peças com print da BTSSB permanecem similares as antigas, mas as peças sem print tão literalmente em outro nivel de Rococo Wonderfulness. E eles lançam varias por ano.
O feeling que eu tive, é que a empresa que controla a AatP e a BTSSB, decidiu gastar com modelagem na Baby, e gastar com print da AatP.

Agora, vamos para a Innocent World, que gonne royal and I'm loving! A IW manteve as peças classicas, lisas, com cortes elegantes, MAS, ela largou as padronagens medias que são impressas em todo o tecido, como o lindo Pietro Angel:

Prints nesse estilo, ou modestas, não muito grandes, mais de pequenas para medias, focadas no barrado, sempre foram comuns com a IW. Mas agora...


Esse não é o unico lançamento com prints grandes, eles lançaram umas 5 coleções com prints grandes, que são inspiradas na realeza. Eles ainda mantém peças com prints mais modestas, mas agora elas são uma minoria no seus lançamentos.

Da mesma forma, olhamos as Indie Brands. Eu conheço muito pouco de indies, mas é visivel que os lançamentos seguem a mesma linha de muitos detalhes, prints trabalhadas e vestidos mais over the top.

Neverland lolita.

Pumpkin cat.


Coom tudo isso, eu venho a dizer que lolita não ta mais modesto e casual, pelo contrário, as brands estão com modelos chamativos, prints ricas e cheios de detalhes. Se formos comparar os coords hoje com os de 2010, vemos que até os sweets atuais (com prints atuais) são mais classicos e não tão diabéticos, mas isso é obvio. Além disso, vemos mais lançamentos que se enquadram em gothic, e peças realmente classicas, com forte inspiração histórica.


O classical tem ganhado força, e geralmente é o visual escolhido em desfiles, meetings grandes e convenções. Atualmente, quando uma lolita quer fazer algo WOW, muitas optam pelo classical. Pq? Porque os lançamentos estão lindos e agora temos muito mais peças que comportam muita elegância, diferente de 2010~.




Isso significa que sweet morreu? Claro que não, o sweet ta ai, firme e forte, a marca mais desejada ainda é Angelic Pretty e eles ainda tem lançamentos sweet. Só que agora, o classic tem ganhado espaço e foi levado para outro nivel, o classic atual é exagerado, é cheio de detalhes, é... Over the top. Assim como um dia o sweet foi over the top. Isso não significa que você não deve usar sweet mais, nada a ver, até porque graças ao sweet OTT que o classic seguiu a mesma linha, basicamente um  "por que não jogar isso para outras subs ne?"
Mas lolita ta seguindo um caminho de exagero, e não seguindo "casual e diário". Claro que como você usa é sua escolha, mas não da mais pra negar que as brands tão incentivando coords elaborados fazendo vestidos elaborados. 


Ainda existem muitos lançamentos de peças basicas e lindas, isso não significa que a AP vai virar a nova JetJ e ficar super classica, não vamos esquecer que as brands são empresas, com propositos e identidade. Então sim, tem lançamentos fora da linha que eu descrevi e não to negando não

De novo, não significa que é assim que você DEVE se vestir ou não é lolita, não, mas o conceito de "full coord wow awesome" mudou muito nos últimos anos. O que leva várias lolitas a se sentirem basiconas e da onde vem a necessidade de fazer coords mais elaborados e adicionar detalhes.



Num outro post darei umas dicas de como deixar seus coords mais elaborados, até lá, go go ver inspirações! Isso se você quiser seguir nessa linha, caso não, não é sua obrigação ta?


Vale relembrar que lolita é um visual como muitos outros visuais, e é saudável que ele evolua e mude no decorrer dos anos. Não vamos esquecer que saimos, disso:


Mas, isso é o que temos para hoje. Aguardem para mais posts sobre as novas tendências em lolita!

Beijos




3 comentários:

Aninha disse...

Eu sou super fã do Classico! É lindo, os motivos, os modelos! Mas sou suspeita pra falar visto que amo moda histórica, amo referências vitorianas e rococó.
Muito legal esse texto!

Amanda Medeiros disse...

Gostei de ler esse post, foi bem agradável. Estamos sim numa era OTT e fica mesmo meio difícil não se sentir básica usando coords de trocendos anos atrás. Mas ainda to amando. E graças ao sweet chocolate, agora eu visto sweet também sendo que antes era só gothic com um pouco de classic ^-^
Vou continuar lendo suas postagens, são muito boas!

Jenny C. disse...

Gostei bastante desse post. A moda mudou bastante nos últimos anos. Eu uso classical e estou muito feliz que ele esteja ganhando força, pois tem muito mais peças lindas disponíveis!


Boa semana!
deliriosdeconsumismo.blogspot.com.br